Post Bellum

Posted: 2011.Novembro.20. in Contos
Etiquetas:,

Com seus tristes e pesados olhos, Sirian, comandante dos cavaleiros reais, observava a destruição do campo de batalha. A guerra parecia ter chegado ao fim, mas o sofrimento e o ódio continuavam no ar.

Seus subordinados estavam feridos ou mortos, não havia um em boas condições. O massacre na Planície Uivante teve fim após caóticos dias de luta e tudo o que sobrara era aquela paisagem macabra.

Sirian ajoelhou-se e fincou sua espada no solo, agora colorido pelo sangue de seus homens e sentiu suas forças escorrerem pelas feridas. Sua visão ficou turva, mas ele sacudiu a cabeça tentando manter-se acordado. Não queria morrer. Não antes de rever sua amada esposa e seu filho. Não antes de vê-lo crescer no mundo pacífico que havia, enfim, conquistado.

O tempo pareceu desacelerar para que lembrasse de sua família antes de dar seu último suspiro.

Caiu pesadamente no chão e, ainda consciente, viu algo que parecia impossível: em contraste com a luz branca que crescia no horizonte, a silhueta de um grande pássaro vermelho sobrevoou o local. O símbolo do recomeço a partir da destruição, a Fênix jogava luzes por onde passava.

O cavaleiro sorriu, feliz por presenciar aquele acontecimento, antes de fechar os olhos e mergulhar profundamente num sonho eterno.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s